Notícias

 

Assina as Revistas: Boa Nova e Igreja e Missão

Participa e inscreve-te em : UM Sorriso para TI - 2016

VAMOS PINTAR O NOSSO SEMINÁRIO DE CERNACHE DO BONJARDIM


VIDEOS

Acesso à página de vídeos: Utilizando este link tem acesso aos mesmos directamente no Youtube.

20182018

 

Tomar, 7-10-2018


Curso de 1958 – Tomar – Convento de Cristo

Encontro comemorativo do 60.º aniversário do curso dos alunos de 1958 realizado em Tomar em 7 de Outubro de 2018

Foi em 1 de Outubro de 1958, que entrámos pela 1.ª vez no grande Convento de Cristo em Tomar. Eramos setenta e três meninos oriundos das Beiras e do Norte na sua maioria que iniciámos o 1.ª ano, sendo o Reitor o Padre Domingos Carvalho. ‘’Muitos foram os chamados, mas poucos os escolhidos’’. Apenas se ordenou o Padre Augusto Farias.

Ao longo dos anos cada um seguiu o seu caminho. Só em 2008 nos juntámos de novo em Tomar para comemorar o 50.º Aniversário da entrada no Seminário. Desde então temo-nos reunido todos os anos quase sempre no 2.ª Domingo de Outubro, entre trinta a quarenta alunos e suas esposas. (Ler mais)

Este ano celebrámos o nosso 60.º Aniversário no Convento de Cristo em Tomar com um programa simples:

- Visita ao Convento de Cristo. Impressionante o número de visitantes a um Convento cada vez mais restaurado e bonito

- Celebração da Santa Missa na Igreja de Santa Maria dos Olivais pelo Padre Domingos Carvalho, que todos os anos nos tem acompanhado, coadjuvado pelo Padre Augusto Farias, nosso colega de curso

- Almoço convívio num restaurante da cidade. Tarde de convívio, de desfolhar de recordações. Os meninos de 1958, são hoje na sua maioria, pais e avós.

Se fosse possível, ficávamos ali em convívio até às tantas. Na hora da partida, com um pedaço de bolo numa mão e um cálice de vinho do Porto na outra, brindámos e desejámos as maiores felicidades mútuas. Com uma lágrima sincera no canto do olho, despedimo-nos até Outubro de 2019, em Cernache do Bonjardim.


Responsável pela organização dos encontros e texto

a) Domingos Cardoso Fernandes


Responsável pela reportagem fotográfica

b) Luís Cardoso Ribeiro Fernandes

 

NOTA:

Estamos inibidos temporariamente de publicar imagens, pelo facto do nosso site ter sofrido um ataque pirata. Embora isso não seja da nossa responsabilidade, mesmo assim, pedimos desculpa.

 

a) a redacção


 

 

 

ENCONTRO REGIONAL DA ARM EM TRÁS-OS-MONTES

VIMIOSO

No dia 18 de agosto e 2018, pelas 10:30 horas, na Praça Eduardo Coelho, em Vimioso, começou o nosso encontro anual da ARM.

Todos os caminhos nos levavam ao largo frontal à Câmara Municipal de Vimioso.

O António Padrão, fazendo-se acompanhar do Senhor e Reverendíssimo Superior Geral Padre Adelino Ascenso, que foi buscar ao Paço Episcopal, em Bragança, foi dando as boas vindas aos armistas e familiares.

Como diz o António Padrão, de Bragança a Vimioso, manteve uma conversa apaixonante com o nosso Superior Geral, que sabe escutar e aconselhar.

E continuando a narrativa do Padrão “Chegados a Vimioso, logo começamos a sentir o ambiente de encontro, já com várias presenças. Amenas cavaqueiras, encontros e reencontros, senti no semblante dos presentes enorme alegria e expetativas para o decorrer do encontro e sede de encontrar referencias conhecidas dos anos passados nos seminários, esse é o espírito destes encontros, contribuir para recordar o passado, nos seminários e dos colegas”. (Ler mais)

 




Encontro de Trás-os-Montes - Vimioso

 

No dia 18 de agosto realizar-se-á o encontro de Trás-os-Montes, em Vimioso, com o programa abaixo indicado.
Peço que façam a vossa inscrição com a maior brevidade possível, para assim, ser organizada a questão do almoço.

Os contactos são:

António Padrão - 930 614 721 – Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Gabriel Carvalho – 917 258 242 – Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Cumprimentos

a) Fernando Costa e Silva

PROGRAMA

ENCONTRO REGIONAL DA ARM – VIMIOSO – DIA 18/AGOSTO/2018

 

10:30 horas – Receção dos armistas, familiares e amigos no largo frontal à Câmara Municipal – Praça Eduardo

Coelho

11:00 horas - Visita guiada ao Museu Etnográfico

12:00 horas – Missa presidida pelo Excelentíssimo e Reverendíssimo Dom José Cordeiro – Bispo de Bragança-

Miranda e concelebração do Reverendíssimo Senhor Padre Adelino Ascenso – na Igreja de São Vicente, Matriz de

Vimioso.

13:00 horas – Foto dos armistas, familiares e amigos

13:15 horas – Almoço em Algoso

…:…  horas – Visita guiada ao Castelo de Algoso e/ou tempo livre

17:00 horas – Encerramento

 

Contactos para inscrições:

António Padrão - 930 614 721 Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Gabriel Carvalho – 917 258 242 Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 


 

Boletim XXIII de D. António Barroso

 

Já se encontra à vossa disposição.

 


 

Manuel da Silva Costa

In memoriam

Universidade do Minho

Homenagem Pública ao Prof. Doutor Manuel da Silva Costa

Para colmatar um esquecimento, vimos complementar as notícias dadas no passado dia 20 de Maio de 2018, pelo armista Amadeu Araújo, presidente da Assembleia Geral da ARM.

Falou-nos das comemorações do centenário da morte de D. António Barroso e, sem notar deixou no rol do esquecimento, que a Universidade do Minho, vai prestar, no dia 5 de Julho do corrente ano, em Cerimónia Pública, uma sentida Homenagem ao nosso Companheiro e Amigo, Manuel da Silva Costa.

Foi nesta Universidade que este ilustre armista se doutorou. Nela foi professor, durante anos, tendo sido Director da Faculdade de Ciências Sociais da mesma.

Resumidamente o evento deverá acontecer assim:

A cerimónia terá lugar na Casa Museu Nogueira da Silva: dia 5 de Julho, 17:00 horas, com Evocação da Vida e Obra do Professor Manuel da Silva Costa, Momentos de poesia e música.

Apresentação do livro: Professor Manuel da Silva Costa., in memoriam. Neste livro e a pedido da Universidade, o Amadeu escreveu o texto, que abaixo publicamos, que é uma homenagem In memoriam, de um Armista a outro Armista.

 

 


 

 

a) (Texto do Amadeu Araújo)

LEMBRAS-TE, MANUEL?

Manuel Costa e Amadeu Araújo

MOÇAMBIQUE, PRAIA DAS CHOCAS, 1972

Saint Exupéry dizia que os que partem deixam alguma coisa de si e levam alguma coisa de nós. Algo de nós parte com eles, algo deles fica connosco. A partida do Manuel - amigo de referência desde os meus verdes anos - trouxe-me à memória alguns momentos de camaradagem que ficarão comigo para sempre. É uma estratégia a que recorro para me compensar das perdas de amigos. Perdas frequentes, com o avançar dos anos. A velhice é um processo de perda, contínuo, com que temos de saber lidar. A ideia feita de que somos crianças duas vezes não tem substrato biológico, nem antropológico…

Na juventude vivi alguns anos próximo do Manuel. Nascemos na mesma aldeia e trilhámos os mesmos caminhos. Quando deparámos com arribas intransponíveis, parámos, de bússola na mão, para repensar o trajecto. A memória desses dias ficou agarrada à pele, entranhada até.

No Verão de 1972 passámos algumas semanas na praia das Chocas, junto à Ilha de Moçambique. Mais do que os dias, recordo as noites que se estendiam até à madrugada, discutindo filosofia, teologia e política. Nas matas do norte de Moçambique corria sangue. Entre o clero da diocese de Nampula grassava uma guerrilha surda, sem sangue, mas mortífera e demolidora.

Recordo um episódio daqueles dias. Numa palhota espaçosa, rente à praia, vivia uma figura singular, exótica, quase lendária. Era o alemão Grosh, que curtia a monotonia do tempo contemplando uma enorme jibóia que alimentava com frangos. Rodeado de livros, não tinha telefone nem rádio. Praticava diariamente mergulho de apneia, em busca de conchas raras que depois vendia a coleccionadores. Numa visita que lhe fizemos, contou-nos que tinha frequentado uma academia militar sob orientação de Hitler. Ali recebera formação política para ser Governador do Tanganica, caso a Alemanha ganhasse a Guerra; por isso, na década de quarenta, passara longo tempo ao largo da costa moçambicana, aguardando o fim do conflito. Incomodado por ouvir rasgados elogios ao Führer, o Manuel disparou: - Mas Hitler era um criminoso! E aí Grosh empertigou-se nos seus brios e, sacudindo os ombros, sentenciou, solene e enfático, com as vogais bem abertas e os erres tão ásperos que acordaram a jibóia: - «Hitlerr era um grrande homem! Quando há uma grrande homem, há semprre um filho dá puta que o segue e que o trrai! Jésus Crristo também não teve Judàs?!»… Esclarecida sobre a «grrandeza» de «Hitlerr», a jibóia remexeu-se e voltou ao sono. E nós voltámos à praia. Lembras-te, Manuel?

Estou redigindo este texto na Páscoa de 2018. Talvez por esta circunstância, ocorreu-me a estória do Grosh, que o Manuel gostava de contar. No tríduo pascal tenho reflectido sobre a morte e sobre o sentido da vida. É triste sentir que partiste, Manuel, que há uma dor cavada na tua família. Choca-me esta transitoriedade. Conforta-me a certeza de que a tua vida teve sentido.

 

a) Amadeu Gomes de Araújo

 

 


Comemorações do Centenário da morte

de

D. António Barroso

 

 


 

No Auditório do Paço Episcopal da cidade do Porto

 

Dias 7 e 8 de Junho de 2018

 

NOTAS: Entre a Monarquia constitucional e a I República viveu António Barroso. Nascido em Remelhe, Barcelos, em 1854, frequentou o Seminário das Missões de Cernache do Bonjardim, antes de ser ordenado presbítero, em 1879, e partir como missionário, ao serviço do Padroado português, em Angola e Congo, em Moçambique e em Meliapor. Aí se encontrava quando foi nomeado bispo do Porto; diocese que pastoreou entre 1899 e 1918, com um estilo missionário e uma irredutível firmeza, esta no contexto subsequente à afirmação da República, em 1910. Por ocasião do centenário da sua morte, o presente colóquio pretende abordar a vida e a ação pastoral de D. António Barroso, inscritas no cenário político, social e eclesial do seu tempo, entre a Monarquia e a República

 

O Programa é o que consta no documento acima. Todos podem estar presentes e participar.

 

 


 

 

Boletim n.º 121

 

Acaba de sair o Boletim da ARM n.º 121

 

Podem lê-lo em

Scribd.

 

 


 

Encontro Anual da ARM - 2018

 

Como estava previsto, realizou-se hoje mesmo, 20 de Maio de 2018, Domingo de Pentecostes,  o encontro nacional da ARM, no Seminário das Missões de Cucujães. Talvez por causa das festividades religiosas, o nosso encontro não foi muito concorrido. Registaram presença duas dezenas de armistas que estiveram muito activos nos assuntos tratados na Assembleia Geral, dirigida pelo Amadeu Araújo e, como é habitual, pelo enhor Padre Superior Geral da SMBN,  Adelino Ascenso.

Foram tratados assuntos vários, tais como: Aprovação das Contas de Gestão da ARM, Obras de recuperação da fachada do Seminário do Bonjardim e Centenário da morte de D. António Barroso, que se comemora já este ano. Sobre este há já um programa de actos a realizar, quer no Porto e Barcelos, quer em Cernache do Bonjardim.

Depois da celebração eucarística, participada pela "Scola Cantorum" de Zé Quina" e Armistas presentes, seguiu-se o almoço, onde se partilhou também toda a nossa alegria por ali nos encontrarmos.

Como não podia deixar de ser, bateram-se as fotografias para testemunhar a presença de quantos fizeram questão em aparecer. O José Gomes Campinho foi o repórter de serviço, a quem agradecemos as fotos que aqui publicamos. Ler +

 

 


 

Caros Armistas,


No próximo dia 20 de maio, realizar-se-á a habitual Assembleia Geral anual da nossa associação. É importante a presença de cada um de vós, para que cada um possa contribuir, com as suas ideias, para a dinamização da associação. É também um bom momento para reviver os momentos da nossa passagem pelos seminários da SMBN e para reencontrar antigos colegas e amigos.


O programa do encontro será o seguinte:


9h30 - Chegada
10h00 - Início da Assembleia Geral.
12h00 - Missa
13h00 - Almoço


Brevemente haverá um formulário para inscrição disponibilizado on-line, mas quem quiser, pode desde já fazê-lo através do e-mail: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ou do telefone: 93 777 60 17.

Um abraço 
a)Fernando Silva

 


 

CONVITE

 

Cernache do Bonjardim

27-04-20128

 

Caros Antigos Alunos,
Convido-vos para o concerto da Teresa Salgueiro, que se vai realizar na Igreja do Seminário de Cernache do Bonjardim no dia 27 deste mês. A entrada é gratuita.
A ideia do concerto surgiu de uma conversa entre a ARM e a Junta de Freguesia, e posteriormente foi incluido na Romaria de S. Nuno, sendo assim o custo suportado pela Câmara Municipal, permitindo a gratuitidade do mesmo.
Espero ver-vos por lá no dia 27, às 21h30.
Um Abraço.
Fernando Silva

 

 


 

Faleceu Padre José Valente

Caros companheiros SMBN

Saúdo-vos desde Lisboa.

É com muito pesar que comunico que o P. José Valente faleceu esta madrugada, dia 17 de fevereiro de 2018, pelas 04:00h, no Hospital de Santa Maria da Feira.

Estava, desde quarta-feira à noite, nos Cuidados Intermédios e com prognóstico reservado.

A missa das exéquias será segunda-feira, dia 19 de fevereiro de 2018, pelas 11:00h, em Cucujães.

Rezemos para que o Senhor receba o Sr. P. José Valente na sua luz.

a) P. Adelino Ascenso (Superior Geral)

 


Manuel da Silva Costa

 

Faleceu no dia 4 de Fevereiro de 2018, no Hospital de Santo António, Porto e foi sepultado em Ribeirão, Famalicão, em jazigo de Família.
Era natural de Remelhe, Barcelos e entrou no Seminário de Tomar em 1952, tendo sido membro de SMBN. Doutorou-se e foi Professor na Universidade do Minho, tendo sido, durante vários anos, Director da Faculdade de Ciências Sociais da mesma Universidade.
Por cá e por África passou a vida a espalhar o Bem. Resta-nos a saudade deste amigo e companheiro de muitos anos.
Rezemos por ele a Deus nosso Pai para que lhe conceda a eterna felicidade.

 

 

 


Manuel António Ladeiras

 

Faleceu no dia 1 de Fevereiro de 2018. Viveu e trabalhou muitos anos no Porto. Era Despachante na Alfândega do Porto. Natural de Ervedosa do Douro, S. João da Pesqueira, faleceu no dia 1 de Fevereiro de 2018. Seus restos mortais foram a sepultar no cemitério da sua terra natal. Entrou no Seminário de Tomar em 1954.
Esteve presente, juntamente com a esposa, no Encontro Regional de Valadares em 12 de Novembro de 2017.
As nossas condolências a toda a Família, à qual nos juntamos em oração para que Deus, nosso Pai, lhe conceda a eterna felicidade.
a) Direcção

 


Padre Alberto Fonseca Prata

 


Faleceu no dia 24 de Janeiro de 2018, vítima de lesão cerebral. Era natural de Videmonte, Diocese da Guarda.

Recordo-o como companheiro e Amigo quer no Seminário de Cucujães quer no Seminário da Boa Nova de Valadares, onde nos encontrávamos amiudadas vezes. Sempre com um sorriso afável e de um humor suave

inesquecível. Era o Padre Fonseca que passava, respirando alegria.

Foi ordenado a 30 de Maio de 1957, vindo a desempenhar funções de prefeito e professor em Cucujães e em Tomar. Partiu para as Missões de Nampula, Moçambique, em 1960. E 1984 foi formador no Seminário da Boa Nova, em Valadares, Portugal. Em 1991 foi enviado ao Brasil, onde foi Reitor do Seminário de Belo Horizonte.

 

O nosso último encontro, com registo fotográfico, foi em 21 de Junho de 2017 no seminário de Cucujães, aquando duma visita inesquecível feita por armistas entrados em Tomar em 1950/51, entre eles, João R. Gamboa, Moutinha Rodrigues, Alfredo Rodrigues, João Laia Sequeira e Quim Alves.

 

Rezemos por ele ao Pai da Messe, a quem serviu com amor e alegria.

 

a)Joaquim Alves

 

 


 

1-1-2018 - Dia Mundial da Paz

 

O Papa Francisco dedicou este dia Mundial da Paz aos "Migrantes" e Refugiados:

Homens e Mulheres em Busca da paz

 

"Paz a todas as pessoas e a todas as nações da Terra! A paz, que os Anjos anunciam aos pastores na noite de Natal, é uma aspiração profunda de todas as pessoas e de todos os povos, sobretudo de quantos padecem mais duramente pela sua falta."...

 

 

 

 



 

NOTA DA REDACÇÃO

Para que esta página não ficasse  lenta, resolvemos nela publicar somente os conteúdos que nos vão chegando referentes ao ano em curso. As notícias dos anos anteriores foram transferidas para os Arquivos de notícias onde as poderão consultar e ler.

 

 

VISITANTES

Contador de visitas

 
 

JavaScript is disabled!
To display this content, you need a JavaScript capable browser.

 

 
 
 
 
Share